Departamento de Química

A cor dos metais - luz e calor

Como foram identificados os elementos que formam as estrelas? E os compostos recentemente descobertos em Marte (percloratos) que parecem demonstrar a existência de água neste planeta? A resposta pode ser resumida numa palavra - espectroscopia. Esta técnica vai ser usada para observar a cor de elementos quando aquecidos a temperaturas elevadas ou de soluções de sais quando absorvem luz.
Dias: 25

A magia da Química

Com esta atividade pretende-se despertar e desenvolver o gosto pela ciência em geral e pela química em particular, nos alunos do 1º Ciclo. Para isso foram selecionadas algumas atividades demonstrativas, adaptadas de modo a poderem ser realizadas com materiais simples, sem qualquer dificuldade nem perigosidade para os alunos.
Dias: 25

À pesca de ANTICORPOS e POTATOPLASTIC - Bioplásticos produzidos a partir dos resíduos da indústria de batata

Devido ao aparecimento de agentes patogénicos resistentes aos antibióticos, a imunoterapia passiva com a utilização de anticorpos específicos é considerada uma estratégia promissora. Para além dos anticorpos de mamíferos (os mais investigados), os anticorpos presentes na gema de ovo (IgY) podem ser obtidos em quantidades mais elevadas e usando metodologias não-invasivas. No entanto, devido à falta de técnicas de purificação de baixo custo, as terapias com IgY são mais dispendiosas que as terapias farmacológicas convencionais. Com uma adaptação do jogo da pesca, pretende-se demonstrar a dificuldade na purificação dos anticorpos IgY a partir de uma matriz complexa, a gema do ovo, e de que forma os materiais funcionalizados podem ajudar.

A atividade POTATOPLASTIC visa demonstrar a viabilidade de utilizar os resíduos da indústria agroalimentar, nomeadamente, da indústria de batata frita como fonte de matérias-primas para o desenvolvimento da materiais plásticos sustentáveis e biodegradáveis, os bioplásticos.
Dias: 23

Determinação de Vitamina C

A vitamina C foi isolada pela primeira vez pelo húngaro Albert Szent-Györgyi em 1928. Na mesma época, em 1932, Charles Glen King e W. A. Waugh, da Universidade de Pittsburg, encontraram um composto idêntico no sumo do limão. Em 1933, os químicos ingleses Sir Walter Norman Haworth e Sir Edmund Hirst estabeleceram a estrutura da vitamina C e sugeriram em conjunto com Szent-Györgyi a mudança de nome para ácido L-ascórbico devido às suas propriedades antiescorbúticas. Em 1965 a IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemists) confirmou o uso dos nomes ácido L-ascórbico ou ácido ascórbico para a vitamina C. Em 1937, Haworth (Química) e Szent-Györgyi (Medicina) receberam o Prémio Nobel pelos seus trabalhos relacionados com a vitamina C. A vitamina C ou, ácido ascórbico (AA) é um poderoso antioxidante, combate a formação de radicais livres, ajuda no crescimento das células do organismo e fortalece o sistema imunológico. O ser humano é incapaz de sintetizar a vitamina C pois perdeu essa capacidade durante o processo de evolução. Assim, é extremamente importante o consumo de alimentos ricos em Vitamina C ou a compensação desta vitamina pela ingestão de suplementos alimentares. A dose recomendada de ingestão de vitamina C é de cerca de 100 mg por dia. Mas, qual a diferença entre beber um sumo de laranja, comer um kiwi ou um pimento ou tomar comprimidos de vitamina C, em termos da quantidade ingerida? No laboratório podemos quantificar e comparar as concentrações desta vitamina para os diferentes casos. Nesta atividade vamos determinar a concentração de vitamina C num comprimido comercial, numa amostra de sumo de laranja empacotada e numa peça de fruta fresca (por exemplo, a laranja ou o limão).
Dias: 24

Interdisciplinaridade: Métodos gráficos de representação de palavras-chave para uso na abordagem de conteúdos interdisciplinares

A inter-relação entre duas ou mais disciplinas de maneira clara e útil para a compreensão de alguns assuntos, embora fortemente desejável é, de um modo geral, difícil de conseguir. Quer os alunos quer os docentes têm dificuldades de ordem vária na utilização de conceitos/conhecimentos provenientes de outra(s) disciplina(s) / área(s). A aprendizagem. Em geral, os conhecimentos são colocados em “compartimentos estanques”, o que se traduz em pouca flexibilidade na sua utilização imediata e dificuldade em inter-relacioná-los Isto conduz a “incredulidade” da sua utilidade posterior, num futuro mais ou menos próximo. A construção de esquematizações que promovam interdisciplinaridade de modo visualmente apelativo e motivante, apresenta-se-nos de grande utilidade. Serão dados exemplos das chamadas “nuvens de palavras”, que se espera sejam, além de visualmente interessantes, de utilidade na promoção da interdisciplinaridade.
Dias: 23

NANO + FOTO = ÁGUA LIMPA?

Palestra sobre a utilização de nanomateriais à base de grafeno na purificação de águas
Dias: 23

Produtos naturais e saúde

As plantas ao serviço da saúde
Dias: 21

Smartphones? – sim, mas para investigar e não só para socializar!

Nesta atividade podes e deves trazer o teu “smartphone”, mas não para te ligares em rede ou para conversares com os amigos. Vais usar o telemóvel como um instrumento científico para saber quanto cobre tem, por exemplo, uma moeda ou outra liga metálica contendo cobre.
Dias: 22

Vem conhecer os alunos estrangeiros de doutoramento do projeto europeu MASSTRPLAN

No departamento de Química existem alunos de diversas nacionalidades que vem até a Universidade de Aveiro fazer o seu Doutoramento. Vem conhece-los! Vem falar com eles e perceber o que os motivou a virem fazer investigação e estudarem em Portugal, e na UA.
Dias: 22

imprimir
Apoios da Semana Aberta da Ciência e Tecnologia