Visita Guiada

1 | 2 >

A simulação nas ciências da saúde como ferramenta educacional

A simulação nas ciências da saúde é uma ferramenta educacional inovadora que permite ao aluno experienciar várias técnicas e cenários, de maneira absolutamente segura para o paciente, uma vez que são utilizados modelos de simuladores em ambiente garantido e repetido, com a mais elevada tecnologia aproximada à realidade. A simulação permite não só o treino em diversas competências técnicas, como também competências comportamentais, nomeadamente o trabalho em equipa ou a gestão de eventos críticos, tão comuns nas ciências da saúde. O centro de Simulação Clínica da Universidade de Aveiro (SIMULA) tem como missão formar, através de um treino experiencial, estudantes de graduação e de pós-graduação, contribuir para a formação pós-graduada de diversos profissionais de saúde, bem como fomentar a investigação científica e multidisciplinar.
Dias: 26

Comunicações Rádio e Transmissão de Energia sem Fios com Plataforma Arduino

Apresentação, desenvolvimento e demonstração de identificação por rádio frequência (RFID) usando a plataforma Arduino e apresentação, demonstração e demonstração de transmissão de energia sem fios (Wireless Power Transmission) utilizando Arduino para medição.
Dias: 25 | 26

Conversão energética de biomassa florestal: um contributo para a economia e sustentabilidade energética de Portugal

A depleção de recursos energéticos de origem fóssil e os problemas de índole ambiental relacionados com a sua utilização, associados ao aumento do consumo de energia pela humanidade e ao seu impacto na economia, exigem uma consciencialização no sentido da utilização de recursos energéticos renováveis. Num país como Portugal, pobre em recursos energéticos de origem fóssil, e com uma economia bastante dependente deles, a necessidade de diversificação dos recursos energéticos e o aproveitamento de recursos endógenos e renováveis é de extrema importância para a economia do país. Neste contexto, a utilização da biomassa florestal para produção de energia térmica e elétrica coloca-se como uma de entre as várias opções que devem contribuir para o desenvolvimento de cenários energéticos mais sustentáveis. A utilização de biomassa residual para fins energéticos constitui também uma importante força motriz na perspetiva de uma gestão mais eficiente da floresta e da agricultura, e para o desenvolvimento industrial do país e respetiva criação de emprego, tal como se observa nas economias desenvolvidas de países Escandinavos. De facto, verifica-se que a adoção de soluções energéticas eficientes baseadas na biomassa fomentam o desenvolvimento de setores industriais e de serviços associados, e um correspondente nível elevado de conhecimento científico e tecnológico, conducentes ao respetivo desenvolvimento económico e competitividade. Em Portugal, esta opção poderá contribuir ainda para inverter a tendência de abandono para o qual têm sido remetidas a floresta e agricultura, setores fundamentais para o desenvolvimento económico e social do país, com as consequências que daí advêm para o ambiente, a sociedade e a economia.
Dias: 25 | 26

FisLab

Visitas guiadas a laboratórios do Departamento de Física
Dias: 24 | 25 | 27 | 28

Jardins de Sal do Atlântico

Fica a conhecer o papel do sal ao longo da história e a sua produção de forma artesanal em salinas tradicionais.
Dias: 26 | 27

O que é um herbário, a sua importância e como se faz

Um herbário é formado basicamente por amostras de plantas devidamente conservadas e organizadas para estudos científicos e pode albergar coleções dos vários grupos vegetais, preparados e preservados de acordo com as características de cada um. Através dessas coleções, podem ser obtidas informações a respeito da morfologia, sistemática, distribuição geográfica, habitat e utilidade das plantas, que são a base para a realização de qualquer trabalho na área da Botânica.
Dias: 24 | 25 | 26

Os ensaios de resistência ao fogo

Vem conhecer o Laboratório de Estruturas e Resistência ao Fogo (LERF)
Dias: 24

Pequenos exploradores no Jardim da Ciência

Como posso elevar-me com menos esforço? Que espécies posso encontrar no ambiente estuarino da costa da região de Aveiro? Por que é que a minha imagem aparece deformada? Os pequenos exploradores do Jardim da Ciência são desafiados a encontrar respostas a estas e a outras perguntas experimentando diversos módulos interativos.
Dias: 26 | 27

Psicologia em ação no laboratório

Abrimos as portas do Psylab - Laboratório de Psicologia Experimental e Aplicada da UA. Visita-nos!!
Dias: 25 | 26

Quando os fósseis ganham vida - visita guiada à exposição e palestra

O que são os fósseis? Como se formam? Que animais ou plantas estiveram na base da sua formação? Como eram em vida?
São a estas e muitas outras perguntas que os visitantes irão poder ver respondidas, junto com várias histórias e peripécias, numa conversa informal com o paleontólogo Octávio Mateus e o biólogo/ilustrador científico, Fernando Correia, aquando da inauguração oficial da Exposição “Quando os fósseis ganham vida”. A esta segue-se uma palestra de Octávio Mateus “Olhando para o passado” a decorrer entre as 14h30 e as 15h30.
Dias: 24

1 | 2 >
imprimir
Apoios da Semana Aberta da Ciência e Tecnologia