Determinação de Vitamina C

A vitamina C foi isolada pela primeira vez pelo húngaro Albert Szent-Györgyi em 1928. Na mesma época, em 1932, Charles Glen King e W. A. Waugh, da Universidade de Pittsburg, encontraram um composto idêntico no sumo do limão. Em 1933, os químicos ingleses Sir Walter Norman Haworth e Sir Edmund Hirst estabeleceram a estrutura da vitamina C e sugeriram em conjunto com Szent-Györgyi a mudança de nome para ácido L-ascórbico devido às suas propriedades antiescorbúticas. Em 1965 a IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemists) confirmou o uso dos nomes ácido L-ascórbico ou ácido ascórbico para a vitamina C. Em 1937, Haworth (Química) e Szent-Györgyi (Medicina) receberam o Prémio Nobel pelos seus trabalhos relacionados com a vitamina C. A vitamina C ou, ácido ascórbico (AA) é um poderoso antioxidante, combate a formação de radicais livres, ajuda no crescimento das células do organismo e fortalece o sistema imunológico. O ser humano é incapaz de sintetizar a vitamina C pois perdeu essa capacidade durante o processo de evolução. Assim, é extremamente importante o consumo de alimentos ricos em Vitamina C ou a compensação desta vitamina pela ingestão de suplementos alimentares. A dose recomendada de ingestão de vitamina C é de cerca de 100 mg por dia. Mas, qual a diferença entre beber um sumo de laranja, comer um kiwi ou um pimento ou tomar comprimidos de vitamina C, em termos da quantidade ingerida? No laboratório podemos quantificar e comparar as concentrações desta vitamina para os diferentes casos. Nesta atividade vamos determinar a concentração de vitamina C num comprimido comercial, numa amostra de sumo de laranja empacotada e numa peça de fruta fresca (por exemplo, a laranja ou o limão).

A determinação irá ser efetuada pelo método titulométrico de oxidação-redução com iodato de potássio na presença de iodeto de potássio (iodometria). No final, será feita a comparação dos resultados obtidos experimentalmente com os valores esperados, seguida de uma breve discussão crítica.

Inscrição obrigatória: sim
Destinatários: Alunos Secundário
Tipo de atividade: Atividade Experimental
Duração: 2h00
Local: Departamento de Química - laboratório 15.2.38

Sessões

Dia Hora Máx. participantes Lugares disponíveis
24-nov 10h00 12 0

Organização: Departamento de Química
Observações: A atividade destina-se a alunos do 12º ano.

Última actualização: 07/10/2016

inscrições fechadas
imprimir
Apoios da Semana Aberta da Ciência e Tecnologia